Versos do Mundo

by Aricia Mess

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      €8 EUR  or more

     

1.
Desperta meu samba teu povo tá me chamando nunca mais vi ninguém sambando do jeito que gente sambava Foi ela que despertou meu samba meu batuque é reza forte de amor foi ela que despertou meu samba meu batuque é reza forte de amor Meu samba tava adormecido acordou meu batuque é reza forte de amor Meu Samba tava adormecido acordou meu batuque é reza forte de amor Vem Vem Vem Descansa no meu colo Sou teu chão, sou teu solo Teu samba de amor
2.
É noite É noite Helambaê helambaio, Helambaê helambaio Helambaê helambaio, Helambaê helambaio Pescador, não vá pra pesca Pescador, não vá pescar Pescador não vá pra pesca Que é noite de temporar Pescador não vá pra pesca Que é noite de temporar É noite É noite Helambaê helambaio, Helambaê helambaio Helambaê helambaio, Helambaê helambaio Pecador se vai pra pesca Na noite de temporar A mãe se senta na areia Esperando ele vortar A mãe se senta na areia Esperando ele vortar É noite É noite É noite
3.
Se pensa que é mais fácil Acabar o mundo Que o capitalismo A força do que é mais forte Nos dará o norte A terra, o fogo, o ar, o bicho Se pensa que é mais fácil Acabar a fome Que o canibalismo A gana do que é mais manso Nos dará a dança O beijo, o afago, o amor, o bicho No fim do capitalismo A fome e o canibalismo A gana do que é mais manso Nos dará o amor e o bicho No fim do capitalismo.
4.
Não tenha medo não Dá onda grande do mar É mergulhar bem fundo Na hora que chegar É hora de partir É hora de amar É hora da verdade É hora da mudança Não tenha medo não Não tenha medo não
5.
Meu Bem Bem 04:12
Nascida na quarta-feira Merecedora de respeito Rica e portadora de boa notícia Solteira e profetiza Maravilhosa dançarina Ela tem sua própria gira É riqueza dessa casa Preciosa e gente fina É riqueza dessa casa Ela é meu bem bem Meu bom bom Ela é meu bem bem Meu bom bom Ela vem da ginga Vem da quimbanda E batuque forte o seu samba Dengo de menina Oxum da mina Minha menina Meu bem bem Meu bom bom Ela é meu bem bem Meu bom bom
6.
Há quem chame calor Há quem chame paixão Há quem chame fogo Quem chame desejo Quem chame jogo Quem chame loucura Quem chame razão Há quem chame matéria Há quem chame metáfora Quem chame energia Quem chame invensão Instinto, amor, kundaline, tesão Há quem chame encontro Há quem chame impulso Há quem chame solidão Há quem chame destino Há quem chame ilusão Há quem chame por que sim Há quem chame por que não Pulsa estrela em carne viva No coração.
7.
Lovely 03:45
Lovely, leve-me Catch me, solte-me Lovely, touch me Salve-me, set me free
8.
Eu Pagã 03:55
Eu, pagã Que pulo fogueiras Eu, pagã Que faço viagens Eu, pagã Eu que ouço as noites Eu, pagã Que rasgo fronteiras Eu, pagã Que penso imagens Eu, pagã Que não levo açoites Eu, pagã Que mordo as beiras Eu, pagã Que vou sem bagagens Eu, pagã. Eu, pagã!
9.
Descasca teus laços tuas lascas teus restos tuas cascas e afunda no fundo Imerso no manso no denso descanso imenso dos versos do mundo lindo o começo ao inverso o avesso disperso do findo universo Indo tua sorte teus planos tua morte teus anos teu norte profundo Deita este manto. Aceita o hino. O encanto de ser só destino.

about

Koro Koro Music is excited to present the third full length album by Arícia Mess. The artist emerged from Rio's underground music scene in the 90s and has been active, singing, dancing, touring and recording ever since.
She composed and recorded the album with the apt title 'Versos do Mundo' (freely translated: "Wandering Verses") while traveling between São Paulo, London and Lisbon. The trip led to chance encounters and departures, gains and losses, dreams and disappointments, happiness, new friends, new partners and a new focus on her creative path, with more freedom and depth. Eventually, things began to flow and take direction; when she felt lost she began to find herself. Encounters with other artists completed her ideas and ignited something new and exciting.
Aricia met fellow musicians Aleh Ferreira, Gabriel Muzak, Ricardo Dias Gomes and the one and only Dona Onete who all inspired her massively and last but not least the poet Marco P. Cremasco (to quote Aricia: "an encounter full of magic!"). Back in São Paulo Aricia Mess recorded with a band she has played with before: João Deogracias, Samba Sam, André Lima and Loco Sosa. Furthermore there is a feature appearance of the great Chico César, the Anglo-Colombian poet and singer Maria Del Mar, who recites her wonderful poem dedicated to the city of Salvador. A great honour is also that Wally Salomão’s family gave their consent to the use of his voice on the track “Sem medo do mar”.
The release of the album was delayed by the pandemic but that just meant that Aricia Mess' journey continued to the Brazilian countryside, closer to nature, and her album found a new home with Koro Koro. Luckily music knows no borders and can roam freely to reach listeners around the world.

credits

released May 3, 2021

license

all rights reserved

tags

about

Aricia Mess SP, Brazil

"Queen of psyco-quilombolas, radical batuques...Afro-shock-chic"
Brazilian with righteous black pride, Arícia sings in praise of the natural forces of womanhood, notably the Afro-Brazilian woman. In her own unique way, she recreates the links between Africa and Brazil. Aricia has a peculiar yet powerful, refined and captivating voice. ... more

contact / help

Contact Aricia Mess

Streaming and
Download help

Report this album or account

If you like Aricia Mess, you may also like: